Artigos OS FAZEDORES DE GUERRA

Os fazedores de Guerra

Ontem, aqui na net, eu vi duas postagens referentes a decisões das nações ricas, "inteligentes", da Terra: uma, sobre um bombardeio em resposta aos ataques na França, que errou o alvo, e atingiu gente inocente, na Síria, matando crianças e mulheres.

a outra postagem, uma condecoração, com medalha, feita por Obama, a um militar que matou um terrorista...Enquanto que a ordem do Governador Planetário, JESUS o CRISTO, é..."AMAI-VOS UNS AOS OUTROS", as nações "inteligentes", colocaram um "R" no início, e ficou: "aRmai-vos uns aos outros"...

O que muitas pessoas desconhecem é de que estes acontecimentos já são reflexos da ação magnética do "Astro Intruso", influenciando comportamentos e ações ....

Ramatís nos lembra, que todos estes fatos derivam da forma equivocada do uso mental e  que a massa mental deletéria da atual humanidade esta manchando a aura do planeta Terra:

"Não penseis que os "fins dos tempos" devam chegar precedidos da "encomenda" de guerras, crimes, aviltamentos coletivos; esses acontecimentos apenas eclodem em momento psicológico, e habilmente controlado pelo comando superior! Os acontecimentos é que indicam o momento da eclosão, que se faz em sincronia com as modificações do mundo físico. A massa mental deletéria, que então se acumula - podendo chamar-se "cisco magnético" - sobre a crosta dos mundos físicos, tem que ser eliminada com certa urgência antes que se consolidem a desarmonia e a enfermidade psíquica coletiva (Obra: Mensagens do Astral, 17ª edição, p.31)

QUANTO O DESTINO DOS QUE ALIMENTAM O ÓDIO (NAÇÕES, PESSOAS, ETC.) EM VEZ DO AMOR, nos diz claramente:

"Os tiranos, os fazedores de guerras e os exterminadores de povos, depois da morte física enfrentam, por longo tempo, problemas terríficos e cruciantes de acordo com a extensão dos seus crimes e segundo a soma exata de todos os minutos que empregaram nos atos de perversidade, vandalismo e prejuízo à humanidade. No entanto depois de submetidos aos processos de retificação espiritual, mediante reencarnações sucessivas, que se processam através dos séculos, eles também logram a sua melhor graduação para os ensejos angélicos do futuro. "(Obra: Elucidações do Além, 11ª edição, p.25)

Ah, sim, e antes que eu me esqueça, Obama chamou de algo como "lado do mal", referindo-se as nações que não pensam como o seu país...Aliás, um dos "Bushes" (acho que foi o primeiro deles, se referiu ao "eixo do mal", referindo-se as nações que não pensam como eles...)

Acho que não é preciso comentar mais nada a respeito...Só acrescentar, aqui, o que se encontra nas páginas finais do livro: A VIDA NO PLANETA MARTE E OS DISCOS VOADORES, de Ramatís/Hercílio Maes, cuja primeira edição é de 1955 (desculpem, sempre, a linguagem rebuscada, pela época em que foi editada), esta mesma resposta se repete parcialmente em outra obra, mais contundente, quando fala dos "tempos chegados" e a seleção dos espíritos em duas ordens distintas (Mensagens do Astral, capítulo 2 - O Juízo Final), vejamos pois, com atenção:

"Como ponto final, seja-nos permitido um desabafo de profunda amargura com relação ao ambiente apocalíptico criado no vosso mundo pela incompreensão e desatinos dos responsáveis pelo rumo da vossa consciência coletiva:

Ó infelizes irmãos, espíritos iníquos que moveis tanques para o arrasamento de cidades pacíficas; pilotos que aceitais a missão de incendiários de agrupamentos humanos; técnicos impassíveis que moveis botões eletrônicos para a destruição a distância; cientistas satânicos que operais nos desvãos dos laboratórios a fim de criardes os mais terríveis engenhos de morte; comandantes demoníacos que esgotais o vosso fosfato para descobrir os planos mais eficazes destinados ao assassinato coletivo nos matadouros de guerras fratricidas, esquecendo que a terra precisa da ação da mão criadora; engenheiros malignos que transformais os aviões da fraternidade em monstros vomitadores de bombas infernais; dilapidadores dos bens públicos, insensíveis às desgraças dos anônimos e humildes; almas venais que transformais a consciência num balcão; exploradores sensacionalistas das desgraças alheias; jornalistas, escritores, tribunos e políticos que instigais ou defendeis as forças do ódio e da corrupção e sois indiferentes à edificação superior da consciência das massas: Vós todos sois a pungente e imensa caravana destinada aos mundos primitivos; vós sereis os degredados do orbe, os míseros "esquerdistas" de JESUS, os reprovados que ides ser lançados nas sombras densas das aflições planetárias. Quem vos enxugará as lágrimas de arrependimento? Quem vos mitigará a sede de afetos levados da Terra? Quem vos acalentará os sonhos de um paraíso perdido? Quantos milênios tereis de aguardar, novamente, para a "descida" do Anjo Planetário do vosso futuro "habitat"? Como encontrar nas furnas e cavernas profundas para onde ireis, a Voz Suave e Amorosa do DIVINO AMIGO? Como podereis ouvir sob as tempestades ruidosas e agressivas de um mundo elementar, aquela Voz Terna do "amai-vos uns aos outros"? Qual o amor que obtereis entre as feras indomáveis e os brutos de raciocínio bruxuleante? Na retina da vossa alma levareis acesos os reflexos da vossa indiferença pelos grandes males em que fostes parte com a vossa cobiça ou egoísmo, com a vossa avareza impiedosa, ciúme e orgulho. De nenhum modo escapareis à espada flamejante do "Arcanjo Julgador", do divino e impoluto emissário do SENHOR dos Mundos, que na Lei imutável decidirá na hora do "Juízo Final"!

Penitenciai-vos, ó idólatras e carrascos da morte, curvai-vos, de joelhos; humilhados, renunciai, enquanto é tempo, a manchardes as vossas mãos no crime fratricida que execrou Caim! Preferi e aceitai, antes, a morte no mundo da matéria, mas ouvi a voz do Sublime Amigo; rejeitai a ordem oficial de "matar" ou a missão "heróica" de incendiar!...Não aguardeis a paz amparada ou garantida por decretos; instituí primeiro, a paz em vossas almas, em vossos corações e, então o mundo terá paz! Ó infelizes alienados da vida, artífices dos maus destinos da humanidade, por que estais erigindo outro mundo infernal para viverdes o "ranger de dentes", se podeis vos ajustar à moradia em que habitais? Por que negligenciais da mansuetude e da renúncia pedida no apelo do Cristo, preferindo vos tornar convivas dos banquetes de impiedade selvagem que vos esperam noutro mundo correcional mais tormentoso do que esse em que estais? Penitenciai-vos, recuai enquanto é tempo, deixai que vos arranquem os olhos, que vos cortem as mãos e que vos decepem a língua, mas preferi que a luz do vosso olhar não marque o "alvo" para a metralha, que as vossas mãos não acionem as alavancas, os botões dos mecanismos mortíferos! Silenciai, rogai ao PAI que vos faça mudos para não proferirdes a ordem ao crime e ao ódio que atiça e não perdoa! Enfim: que vos matem o corpo, se preciso for, mas santificam o vosso espírito, recusando ferir, odiar ou destruir, porque sereis lançados nas "trevas da iniqüidade" e como "lobos", separados das "ovelhas" nesta hora profética do "juízo final" que se aproxima!...

Colocai-vos, incondicionalmente, às ordens absolutas do DIVINO MARECHAL da PAZ!...

Hosanas a JESUS!

RAMATIS

Colaboração de Vincente Martins da Silva